Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

A Matança Tradicional do Porco

         No dia vinte e um de Novembro, um grupo de amigos realizou nas Casas Retiro de Urrós a primeira matança tradicional do porco. 

O grande entusiasta da ideia foi o Luís e sabíamos que ficávamos bem entregues, pois o Luís, sabe todos os passos do ritual desde matar o porco, desfase - lo, enchidos, cura dos presuntos, passando pela escolha da lenha para fazer os grelhados: carvalho ... mantém - se em brasa muito tempo e dá um sabor incomparável à carne.

        Não esqueceu a castanhada!  Esta tradição realiza-se no serão de véspera da matança na casa do anfitrião: bilhós ( castanha já sem casca,  assadas no assador de lume),figos secos, nozes, fritas, queijos,  marmelada, doces, bolos... licores, aguardente, vinho Favaios, vinho do Porto...

 

Meses antes compramos a porca à tia Ana Barrias e esta continuou a tratar dela com todos os cuidados por forma a termos uma carne de altíssima qualidade.

 

  

 

 

           

 

 

No dia 21 pelas 8 horas tomamos o tradicional pequeno almoço que é constituído basicamente pelas mesmas delícias da castanhada sendo que existe um reforço dos figos e da água ardente não vá o frio tomar conta da gente!

 

Os figos, a água ardente nas duas garrafas de vidro, próprias e tradicionais para esta bebida os salpicões à esquerda o favaios à direita ... 

 

Quentinhos do copito de “ auga ardente “ e leves que nem uma pena aí vamos nós domar a fera… sim porque a porca Luísa já tem 70 kg e o Manuel o mais forte de nós só chegará para o almoço!  

 

     Afinal foi fácil os homens eram muitos e musculados

 

Os grunhidos da porca ouviam – se por toda a aldeia, confesso que em criança e durante muito tempo achava este acto de matar muito selvagem e nunca assistia à matança propriamente dita.  

 

Ainda foi preciso muita perícia e força ...

 

 

 

 

 

Cá vai a imagem chocante … Afinal o sangue também é significa vida!

 

 

Momentos de tensão ...  muito intensos... visível nos rostos ...

 

 

Ninguém consegui matar a porca… Nem mesmo o Luís … Só o tio Belmiro ( direita) o marido da tia Ana Barrias , salvou a situação. Na foto mostra - se triunfante e com tada a razão. 

 

   

 

 

Em breve será publicado um novo post sobre a matança do porco!

Fique na companhia dos Lenga Lenga de Sendim com a música tradicional mirandesa " Pingacho " . Divirta-se!

publicado por casasdouro às 23:12
link do post | comentar | favorito

.Reservas e Informações

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CASA GUALTAR - CAMPUS UNI...

. ... PALAVRAS EM FLOR...

. APARTAMENTO CASA DA MÚSI...

. MIRANDA DO DOURO

. Rota da Terra Fria Transm...

. Alimentador de Abutres

. Abutres: Grifo e Abutre d...

. Cegonha Preta

. Percurso pedestre- Faia d...

. A Matança Tradicional do ...

. XI Festival de Sabores Mi...

. Amendoeiras em Flor - Mga...

. CASAS URRÓS - MOGADOURO

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

.contador


contador visitante
blogs SAPO

.subscrever feeds